CRIMES CURITIBA - Registro da violência em Curitiba e região metropolitana: 08/11/09 - 15/11/09

13 de nov de 2009

Seguranças matam cliente de bar

O pintor Floriano da Rosa Camargo, 26 anos, foi morto por seguranças de um bar, situado na Rua Desembargador Ermelino de Leão, quase esquina com a Rua Cruz Machado, no centro de Curitiba. O crime aconteceu durante a madrugada de sexta-feira (13/11). Floriano teria se desentendido com funcionários do estabelecimento, na hora de pagar a conta. Retirado do local, ele foi agredido pelos seguranças. Socorrido pelo Siate, o pintor morreu a caminho do Hospital Evangélico.




Veja todos os crimes no Centro

Mulher assassinada no quintal de casa

A auxiliar de cozinha, Leoni Adelina Machado, 42 anos, foi executada a tiros no quintal de sua residência, na Rua Jacob Fedalto, na Vila Tarumã, em Pinhais. O crime aconteceu no final da noite de quinta-feira (12/11). Testemunhas contaram que dois indivíduos chegaram no portão e gritaram por "mãe". Leoni saiu e levou dois tiros. Os marginais fugiram numa motocicleta.

Viciada morta com 4 tiros na cabeça

A usuária de drogas, Fernanda Cristiani Venâncio, 24 anos, foi morta a tiros, no final da noite de quinta-feira (12/11), na esquina da Rua Dulcídio Falavinha com a Rua João Pinto Martins, no Jardim Monza, em Colombo. Ela foi atingida por quatro disparos na cabeça.

Gari baleado morre no hospital

O gari Alailson Vieira, 28 anos, morreu quinta-feira (12/11), no Hospital do Trabalhador. Ele estava internado desde a noite de domingo (08/11), quando foi baleado na Rua Deputado Sinval Martins de Araújo, nas Moradias 23 de Agosto, no Ganchinho, divisa com o Sítio Cercado. Após os disparos, os autores fugiram num carro.




Veja todos os crimes no Ganchinho

Executado a tiros na sala de casa

Foto: Aliocha Maurício, da Tribuna do Paraná

O jovem Fagner da Rocha, 18 anos, foi morto a tiros na sala de casa, na Rua Aristocleto Taborda Portella, nas Moradias Dom Ângelo, no Ganchinho. O crime aconteceu na tarde de quinta-feira (12/11). Vizinhos contaram que Fagner teria se desentendido com o pessoal da vila.




Veja todos os crimes no Ganchinho

Enforcado com cadarço

Um homem de aproximadamente 45 anos foi encontrado morto num matagal do quilômetro 101 da BR-277, no bairro Riviera, próximo à divisa com Campo Largo, no final da manhã de quinta-feira (12/11). Ele foi enforcado com um cadarço.




Veja todos os crimes no Riviera

Amputado com foice

O operador de máquinas, Antônio Osmair Camargo, 41 anos, conhecido como "Cueca", foi golpeado com uma foice, durante briga com vizinho, no final da manhã de quinta-feira (12/11), em Itaperuçu. Com o braço amputado, ele foi levado ao hospital da cidade, mas não resistiu e morreu em seguida. O autor do crime foi preso em flagrante logo depois. Moradores da região contaram que os vizinhos tinham uma desavença antiga por conta de propriedades de terras, que estava sendo decidida na justiça. O autor alega que atacou Antônio em legítima defesa, já que o homem estaria com uma barra de ferro na mão.

12 de nov de 2009

Comerciante morto em emboscada

Foto: Aliocha Maurício, da Tribuna do Paraná

O comerciante José Rosário de Freitas, conhecido como “Boy”, 34 anos, foi fuzilado com 17 tiros, na tarde de quarta-feira (11/11), na Rua 1, bairro Jardim das Oliveiras, em Almirante Tamandaré. Ele era dono de uma distribuidora de gás e foi chamado para fazer uma entrega na região. No caminho, José foi surpreendido e baleado por dois indivíduos numa motocicleta. A polícia suspeita que ele foi vítima de uma emboscada.

Vendedor baleado morre no hospital

O vendedor André Ricardo Gonçalves de Lima, 26 anos, morreu quarta-feira (11/11), no Hospital Angelina Caron. Ele foi baleado em Campina Grande do Sul, onde morava e trabalhava. André levou quatro tiros. Familiares contaram que ele tinha problemas com drogas.

11 de nov de 2009

Pagam dívida com facada no pescoço

A dona de casa, Ana Carina de Oliveira, 20 anos, morreu ao ser esfaqueada no pescoço, por volta das 22h40 de terça-feira (10/11), numa casa da Rua Augusto Dias Paredes, perto da esquina com a Rua José Hauer, no Boqueirão. Segundo a polícia, os autores do crime seriam uma prima de Ana e um rapaz, que vieram de São Bento do Sul (SC) para acertar uma dívida que tinham com a vítima. A prima foi presa logo depois, na rodoferroviária de Curitiba.




Veja todos os crimes no Boqueirão

Visita fatal

O pintor Felipe Alan de Almeida, 19 anos, foi morto a tiros no portão da casa de um amigo, onde chegava para uma visita. O crime aconteceu às 19h10 de terça-feira (10/11), na Rua Professora Marilene Aide Coradin, Jardim Ceccon, em Campina Grande do Sul.

Assassinado ao defender o irmão

Foto: Anderson Tozato, da Tribuna do Paraná

O auxiliar de serviços gerais, Celso da Costa Rosa, 34 anos, morreu ao defender seu irmão, por volta das 20h30 de terça-feira (10/11), na Rua 10, Jardim Bonfim, em Almirante Tamandaré. Ele tombou na frente de casa, com pelo menos três tiros no peito e na cabeça. Segundo familiares da vítima, Celso foi baleado por dois homens, quando tentou defender seu irmão, que também levou um tiro. O irmão foi ferido na cabeça e internado no Hospital Evangélico, em estado grave.

Corpo no rio enrolado em cobertor

O lavrador Leandro de Assumpção Mantzar, 15 anos, foi encontrado morto na tarde de terça-feira (10/11), dentro de um rio, próximo da Avenida Fernandes de Andrade, no centro de Quitandinha. A vítima estava enrolada num cobertor e a causa da morte ainda não havia sido apurada. A polícia suspeita que o adolescente foi morto em outro local, levado de carro até a margem do rio e desovado.

Leva 4 tiros de motoqueiros

Foto: Aliocha Maurício, da Tribuna do Paraná

O jovem Jonathan Wilson dos Santos Teixeira, 18 anos, foi assassinado por dois motoqueiros, na Rua Nossa Senhora das Graças, bairro Santa Terezinha, em Fazenda Rio Grande, na tarde de terça-feira (10/11). Ele levou pelo menos quatro tiros, nas costas, no peito e na cabeça. De acordo com a polícia, Jonathan era usuário de drogas e recentemente começou a traficar na região. O jovem vinha sendo ameaçado de morte.

10 de nov de 2009

Tiroteio deixa três mortos e um ferido

Quatro rapazes que usavam droga num matagal da Vila Sandra, na Cidade Industrial, foram atacados, perseguidos e baleados por volta das 3h de terça-feira (10/11). Maikon Diego Guimarães da Silva, 22 anos, levou vários tiros e morreu ao lado de uma cancha de futebol, na Rua Dino Gabrielli, em frente à Associação de Moradores do Conjunto Tramontina. Fábio Machado de Oliveira, 23, correu algumas quadras, mas foi ferido nas costas e tombou morto na Rua Salvador Gonçalo de Christo. Cláudio Marcelo Marafon, 27, também foi atingido por vários disparos, e foi internado no Hospital Evangélico, onde morreu na segunda-feira (16/11). O outro baleado foi socorrido com ferimentos leves. Testemunhas relataram que os disparos foram efetuados por um grupo de cinco homens. A polícia acredita que o crime tenha sido motivado por desavença envolvendo o tráfico de drogas.




Veja todos os crimes na Cidade Industrial

Irmão de policial é executado

André Borba Rocha, 24 anos, conhecido como "Seco", levou três tiros por volta da 1h30 de terça-feira (10/11), na Rua Monsenhor Francisco Gorski, no bairro Popular Nova, em Campo Largo. Socorrido pelo Siate, André morreu logo depois, no Hospital Nossa Senhora do Rocío. Conhecidos contaram que o rapaz era usuário de drogas e praticava furtos e roubos para sustentar o vício. André era irmão de um policial militar do 17.º Batalhão.

Rapaz leva 10 tiros em beco

Foto: Anderson Tozato, da Tribuna do Paraná

O auxiliar de produção, Cléverson José de Miranda, 27 anos, foi assassinado com cerca de dez tiros de pistola, na Rua Pedro Gonshi, no Jardim Marambaia, em Colombo. O crime aconteceu nos primeiros minutos da madrugada de segunda-feira (09/11), num beco frequentado por usuários de drogas. Testemunhas contaram que os autores fugiram num veículo, que não foi identificado.

Esfaqueado debaixo da trincheira

Foto: Anderson Tozato, da Tribuna do Paraná

Wagner Silva, 29 anos, foi morto a facadas, no final da noite de domingo (08/11), na Rua Eduardo Pinto da Rocha, quase embaixo da trincheira do Contorno Leste, no Ganchinho, divisa com o Sítio Cercado. Ao lado do corpo, a polícia encontrou o cabo da faca que teria sido usada no crime.




Veja todos os crimes no Ganchinho

9 de nov de 2009

Instrutor de auto-escola assassinado

O instrutor de auto-escola, Marcos Roberto Alves, 35 anos, morreu após ser baleado em frente a uma residência, onde acontecia uma festa, na Rua Luiz Alberto Ferreira, no Jardim Campo Alto, em Colombo. O crime aconteceu por volta das 2h de domingo (08/11). Marcos ainda foi socorrido por populares, mas não resistiu e morreu no pronto-socorro do Alto Maracanã. Surgiram comentários de que os autores dos disparos estariam numa motocicleta escura.

Morto a facadas e pedradas após festa

O motorista Éverson Matias de Carvalho, 27 anos, foi brutalmente assassinado, no final da madrugada de domingo (08/11), na Rua João Meneghetti, bairro Fazendinha. Após sair de uma festa, Éverson foi atacado, supostamente por dois homens, e levou facadas nas costas e pedradas e garrafadas na cabeça. A polícia suspeita que os autores também estivessem na festa.




Veja todos os crimes no Fazendinha

Assassinados na passarela

Foto: Anderson Tozato, da Tribuna do Paraná

Os cunhados Roger Luiz Moreira de Campos, 22 anos, e Antônio Ademilson Machaleski, 34, foram assassinados a tiros, na noite de sábado (07/11), na passarela que liga a Vila Nova à Vila Pantanal, no Alto Boqueirão. Os autores do duplo homicídio foram dois homens numa motocicleta. Conhecidos contaram que as vítimas estiveram num bar até pouco antes das 23h, quando foram para a passarela, esperar a mulher de Antônio. Nesse momento, foram surpreendidos pelos assassinos e fuzilados.




Veja todos os crimes no Alto Boqueirão

Leva 6 tiros após briga de trânsito

Foto: Anderson Tozato, da Tribuna do Paraná

O auxiliar de produção, Adilson dos Santos, 26 anos, foi assassinado após uma briga de trânsito, na noite de sábado (07/11), em Pinhais. Ele conduzia um Palio, que foi atingido por um Gol, na Rua Rio Trombetas, Jardim Weissópolis. Revoltado, Adilson ameaçou chamar a polícia e discutiu com o condutor do Gol, que não tinha habilitação. O outro motorista foi até um bar e pediu para que um amigo cuidasse do veículo enquanto ele fugia. No entanto, o desconhecido aproveitou quando Adilson trocava um dos pneus do Palio, sacou uma arma e atirou. Atingido por seis tiros, o rapaz morreu ao lado do carro.

Funcionária leva 7 tiros dentro de loja

Foto: Daniel Caron, da Tribuna do Paraná

A funcionária de uma loja de acessórios automotivos, Viviane Fábia Pudlo, 27 anos, foi assassinada com sete tiros, no estabelecimento onde trabalhava, na Rua Raul Pompeia, no bairro Fazendinha. O crime aconteceu por volta das 13h15 de sábado (07/11). Atingida na cabeça, braço, peito e barriga, Viviane morreu na hora. O autor, que usou uma pistola calibre 9 milímetros, fugiu num Gol branco. A polícia informou que a mulher sofria ameaças de morte.




Veja todos os crimes no Fazendinha

8 de nov de 2009

Leva 7 facadas dentro de casa

A atendente Keli Fernandes Ribeiro, 24 anos, levou sete facadas e morreu dentro de sua casa, na Rua Deputado Luis Gabriel Sampaio, no Jardim Cristal, em São José dos Pinhais. Por volta das 5h de sábado (07/11), dois marginais invadiram a residência e, antes de esfaquear a jovem, cobriram os rostos da mãe e da filha da vítima, com um cobertor.

Andarilha perseguida e executada

A andarilha Isis Eldorino Pereira, 24 anos, foi assassinada com dois tiros na cabeça, no início da manhã de sábado (07/11), no bairro Alto Tarumã, em Pinhais. Ela foi perseguida pelo assassino, gritou por socorro, mas não conseguiu escapar e foi baleada na Rua Boa Vista, no final do Conjunto Bonilauri. Isis era usuária de drogas, dormia na rua e costumava pedir café e comida aos moradores da região.

Viciado executado na frente de casa

O usuário de drogas, Reginaldo Domingos Clemente, 28 anos, foi executado com quatro tiros em frente ao portão de sua casa, na Rua Ney Pacheco, Vila Verde, Cidade Industrial. Familiares ouviram gritos e tiros na rua e, quando saíram para ver o que acontecia, encontraram o rapaz agonizando. As informações são de que Reginaldo usava drogas e costumava praticar furtos para sustentar o vício.




Veja todos os crimes na Cidade Industrial

Amigos assassinados a tiros

O adolescente Fernando de Goes Monteiro, 13 anos, e o pedreiro André dos Santos, 20, foram baleados na Rua Ieda Solange Ribeiro, no Jardim Ipê, em São José dos Pinhais, no início da madrugada de sábado (07/11). Atingido no peito, Fernando morreu na ambulância, a caminho do pronto-socorro. André foi internado, mas não resistiu e morreu na terça-feira (10/11), no Hospital de São José.

Apedrejado por bando de marginais

O vendedor Rafael Weingartner, 20 anos, foi apedrejado até a morte, por um grupo de 15 a 20 pessoas, nos primeiros minutos da madrugada de sábado (07/11), no Conjunto Vitória Régia, na Cidade Industrial. Os marginais usaram pedras e tijolos para matar a vítima, e depois jogaram o corpo num córrego da Rua Major Victor Feijó.




Veja todos os crimes na Cidade Industrial

Jardineiro assassinado a tiros

O jardineiro Fábio Sirso, 29 anos, foi morto a tiros na madrugada de sábado (07/11), na Rua Rosa Marangoni Stocco, na Vila Três Pinheiros, Butiatuvinha. Testemunhas viram dois indivíduos correndo, logo após os disparos.




Veja todos os crimes no Butiatuvinha

Morto com 4 tiros em Colombo

O auxiliar de eletricista, Álvaro Graciano Pimentel, 27 anos, foi executado com quatro tiros, por volta da 1h15 de sábado (07/11), na Rua Rolândia, Jardim Cristina, em Colombo. Os autores fugiram numa motocicleta. As informações são de que Álvaro tinha passagem pela polícia por furto.

Tiro na cabeça dentro do carro

O motorista Joedson da Silva Cruz, 29 anos, foi assassinado com um tiro na cabeça dentro de seu Palio, por volta das 2h de sábado (07/11), na Rua Maysa Matarazzo, no bairro Maria Antonieta. Testemunhas contaram que os autores fugiram numa motocicleta.